XI CBE discute alternativas tecnológicas e propostas dos partidos políticos para questões energéticas do Brasil

Num momento em que as discussões sobre o tema energia assumem um papel central no cenário nacional e internacional, seja pela necessidade de atendimento das demandas energéticas sem implicações negativas ao meio ambiente, seja pela geopolítica internacional, diante do acirramento das tensões políticas no Oriente Médio e das cotações recordes do petróleo, a COPPE/UFRJ realiza, de 16 a 18 de agosto, no Hotel Glória (Rio de Janeiro), o XI Congresso Brasileiro de Energia (CBE) e o I Seminário Brasileiro de Inovação Tecnológica no setor energético.

Realizado há três décadas pela Coppe e presidido pelo físico Luiz Pinguelli Rosa, o CBE tratará dos principais temas do setor energético. Dominarão as discussões as novas perspectivas para a exploração de petróleo e gás no Brasil e os desafios que envolvem a expansão do setor elétrico, a principal matriz energética brasileira. Sobretudo os de natureza tributária e de equacionamento financeiro.

Outra grande atração do XI CBE, coordenado pelos professores do PPE/Coppe Maurício Arouca e Marco Aurélio Santos, está reservada para o encerramento, dia 18, com a realização do painel Programas Partidários de Energia para as Eleições 2006, apresentado pelos coordenadores de energia dos partidos políticos que disputam a Presidência da República.

Gás e Biocombustíveis também dividem os debates

Iniciando as discussões, o presidente do CBE Luiz Pinguelli Rosa coordenará os trabalhos da mesa A Expansão do Setor Elétrico, que contará com a participação do presidente da EPE (Empresa de Pesquisa Energética) Maurício Tolmasquim, do presidente da Eletrobrás, Aloísio Marcos Vasconcelos Novais, do presidente da Abrage (Associação Brasileira dos Grandes Geradores de Energia), Flávio Neiva, e do consultor Roberto Araújo.

Assunto do momento e uma das alternativas energéticas que o Brasil oferece ao mundo, os Biocombustíveis serão tema de mesa-redonda presidida pela Professora Suzana Kahn Ribeiro, com participação de Ricardo de Gusmão Dornelles, diretor do Departamento de Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, de Angelo Bressan Filho, diretor do Departamento de Cana-de-açúcar e Agroenergia do Ministério de Agricultura e Abastecimento, e de Henry Josef Junior, presidente da Anfavea.

Encerrando os trabalhos do primeiro dia do XI CBE, haverá palestra sobre Geração Termoelétrica a Carvão Mineral, proferida por Luiz Nelson Valcareggi, da Associação Brasileira de Carvão Mineral.

O segundo dia de evento será aberto com mesa-redonda sobre Análise Econômica e Política da Tributação no Setor Energético e contará com a participação de Ricardo Vidinich, superintendente da Aneel, Luiz Carlos Silveira Guimarães, presidente da Abradee (Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia Elétrica), e dos professores Luiz Eduardo Duque Dutra, da Escola de Química/UFRJ, e Giovani Vitória Machado, professor colaborador do Programa de Planejamento Energético (PPE) da COPPE/UFRJ.

As questões referentes à Política de Gás Natural no Brasil, que envolvem as relações com a Bolívia e a construção do mega-gasoduto para escoar o gás da Venezuela para o Brasil e a Argentina, além do aumento dos investimentos na extração de gás nos novos campos marítimos descobertos pela Petrobras e do aproveitamento do GLP para grandes consumidores industriais e no setor de transporte, serão debatidas por José Cesário Cecchi, superintendente de Movimentação e Comercialização de Gás Natural da ANP; Xisto Vieira Filho, presidente da Abraget, e Romero de Oliveira Silva, presidente da Abegas.

Em seguida, a Energia Nuclear será abordada na palestra Energia Nuclear para o Desenvolvimento Sustentável, por Akira Omoto, da Agência Internacional de Energia Nuclear, e no ponto de vista de que contará com os presidentes da Eletronuclear e da INB.

Geopolítica do Petróleo em debate

Encerrando o dia, um dos temas mais polêmicos do CBE: a Geopolítica do Petróleo, mesa que será presidida pelo professor da Unicamp André Furtado, filho do ilustre mestre Celso Furtado e integrada pelos professores do PPE da COPPE/UFRJ Alexandre Salem Szklo e Luiz Pinguelli Rosa, pelo professor do IE/UFRJ Helder Queiroz Pinto Jr e pelo Tenente-Brigadeiro-do-Ar e Membro da Academia Nacional de Engenharia Sérgio Ferolla.

O terceiro e último dia de congresso será aberto com o tema Fontes Renováveis de Energia e Eficiência Energética em mesa coordenada por José Bautista Vidal, presidente do Instituto do Sol; com a participação de Arnaldo Cébolo, assessor da presidência da Eletrobrás; José Roberto Moreira, consultor da Negawatt; Marco Aurélio Guimarães Monteiro, engenheiro de Soluções Energéticas da Cemig; e João Alziro Herz da Jornada, presidente do INMETRO.

A professora da Coppe e especialista no setor, Alessandra Magrini, presidirá a mesa sobre Energia e Meio Ambiente, da qual também farão parte Ricardo Cavalcanti Furtado, chefe do Departamento de Meio Ambiente da EPE; Joaquim Guedes Correa Gondim Filho, da ANA (Agência Nacional de Águas); Norma Pinto Vilela, superintendente de Meio Ambiente de Furnas; Alacir Borges Schmidt, da ABCE (Associação Brasileira dos Consumidores de Energia); e José Lourival Magri, da Tractebel/Suez.

O XI CBE será encerrado com a apresentação dos Programas de Energia para as Eleições 2006 pelos coordenadores de energia dos diversos partidos políticos.

I Seminário sobre Inovações Tecnológicas discute novas idéias e projetos para energia

Numa iniciativa pioneira, ao lado das tradicionais discussões acadêmicas sobre as políticas macroeconômicas e setoriais que têm influência direta e indireta na matriz energética brasileira, o XI Congresso Brasileiro de Energia vai realizar no seu terceiro dia o I Seminário de Inovação Tecnológica. Sob a coordenação do professor Maurício Arouca do PPE/COPPE e da Finep, o seminário objetiva aprofundar as discussões sobre inovações de sistemas e projetos para as diversas fontes da matriz energética brasileira.

Entre os participantes, destaque para o gerente geral de Gestão Tecnológica do CENPES/Petrobras, Carlos Soligo Camerini; o diretor do CEPELl/Eletrobrás, João Lizardo Araújo; o coordenador do Plano Nacional de Plano Nacional de Ciência e Tecnologia do Setor Elétrico - CETENERG - da Finep, Augusto César Gadelha; e Paulo Alvin, do Sebrae nacional.

Esse esforço no incentivo às discussões de métodos e processos inovadores na área energética, será complementado com a apresentação, durante o evento, de quase 200 trabalhos técnicos, que visam contribuir com soluções para o uso mais racional das fontes energéticas, sem prejuízo ao meio ambiente. Uma garantia para o desenvolvimento sustentável do país.

 
 
 

XI CBE - Congresso Brasileiro de Energia
Programa de Planejamento Energético - COPPE/UFRJ
Centro de Tecnologia, Bloco C, sala 211 - Cidade Universitária - C.P.:68565
CEP 21.941-972 - Rio de Janeiro
Tels.: (21) 2562-8760 ou (21) 2562-8777 (FAX)
http://www.ppe.ufrj.br/xicbe/ | xicbe@ppe.ufrj.br